Análise das fichas individuais de controle no processo de caça de anatídeos no Rio Grande do Sul

Márcio Amorim Efe, Leonardo Vianna Mohr, Claiton Martins-Ferreira, João Luiz Xavier do Nascimento

Resumo


ABSTRACT. Analysis of Control Individual Records in the Anatidae hunting process in Rio Grande do Sul, Brazil. The Rio Grande do Sul is the only Brazilian State where the sport hunt is legally allowed. The present study shows results of the analysis of the Individual Record of Hunting Control (FICC), with emphasis in the Anatidae hunting. The Records of the seasons of 1992, 1997, 1998 and 2000 were analyzed. An evaluation of the abundance of the animal populations was made through the Index of Catch-Per-Unit-Effort (CPUE). 5.540 FICCs had been analyzed where was verified that the hunting averages per hunter in the studied seasons were 4,67 ± 3,3 in 1992; 5,84 ± 3,5 in 1997; 4,6 ± 3,3 in 1998 and 3,98 ± 2,8 in 2000. The two municipal districts with larger hunting effort in swamp were Mostardas (11.086 hunting days) and Arroio Grande (9.431 hunting days). The Rosy-Billed Pochard, Netta peposaca had the largest preference with 223.731 dead birds followed by the White-faced Whistling-Duck, Dendrocygna viduata (127.005) and Fulvous Whistling-Duck, Dendrocygna bicolor (75.971). Average CPUE for the Fulvous Whistling Duck, White-faced Whistling Duck and Rosybill varied differently in each studied season. It was verified, however, an accented fall among 1992 and 1997 years in the average CPUE of the Rosybill and between 1998 and 2000 years in the average CPUE of the Fulvous Whistling Duck. These facts corroborate with the apparent decrease in the subpopulation of these species in Rio Grande do Sul State. It is ended that the Individual Records of Hunting Control as control instrument has great importance in the activity monitoring.

KEY WORDS. Anatidae, wildfowl conservation, Fulvous Whistling-Duck, Rosy-Billed Pochard, White-faced Whistling-Duck.

RESUMO. Análise das fichas individuais de controle no processo de caça de Anatídeos no Rio Grande do Sul. O Rio Grande do Sul é o único Estado brasileiro onde a caça desportiva é legalmente permitida. O presente estudo apresenta resultados da análise das Fichas Individuais de Controle de Caça (FICC), com ênfase na caça de anatídeos. Foram analisadas as Fichas das temporadas reprodutivas de 1992, 1997, 1998 e 2000. Uma avaliação da abundância das populações animais foi feita através do Índice de Captura Por Unidade de Esforço (CPUE). Foram analisadas 5.540 FICCs onde se verificou que as médias de caçada por caçador nas temporadas estudadas foram de 4,67 ± 3,3 em 1992; 5,84 ± 3,5 em 1997; 4,6 ± 3,3 em 1998 e 3,98 ± 2,8 em 2000. Os dois municípios com maior esforço de caça em banhado foram Mostardas (11.086 dias de caça) e Arroio Grande (9.431 dias de caça). O marrecão teve a maior preferência com 223.731 indivíduos abatidos seguido da marreca-piadeira (127.005) e da marreca-caneleira (75.971). A CPUE média para as marrecas-caneleiras, marrecas-piadeiras e marrecões variou diferentemente em cada temporada estudada. Verifica-se, no entanto, uma queda acentuada entre os anos de 1992 e 1997 na CPUE média do marrecão e entre 1998 e 2000 na CPUE média da marreca-caneleira. Fatos que corroboram com a aparente diminuição na subpopulação destas espécies no Rio Grande do Sul. Conclui-se que as fichas individuais como instrumento de controle têm grande importância no monitoramento da atividade.

PALAVRAS-CHAVE. anatídeos, conservação, marreca-caneleira, marreca-piadeira, marrecão.


Palavras-chave


anatídeos; conservação; marreca-caneleira; marreca-piadeira; marrecão

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Para visualisar/abrir os manuscritos da revista (arquivos PDF) é necessário o software Acrobat Reader. Se você não possui este software, clique aqui para fazer o download da versão atualizada, em português. O software é gratuito e de fácil utilização.

________________________________
Copyright © 2010-2015 CEMAVE/ICMBio.
OJS - Open Journal Systems customizado pelo Núcleo de Tecnologia da Informação/CEMAVE.
Utilizada a tradução do SEER-IBICT para o Português-Brasileiro.

(Recomendamos utilizar o Mozilla Firefox , Google Chrome e resolução mínima 1024 x 768 pixels)